Em “ato profético”, pastor unge cadeado da PF para que Lula seja solto
29/06/2019 11:50 em GOSPEL

Religioso alega que ex-presidente é um preso político e que Deus irá livrá-lo.

 

Um pastor de Duque de Caxias, Rio de Janeiro, viajou até Curitiba, no Paraná, para realizar um “ato profético” em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que está preso na carceragem da Polícia Federal (PF). Daniel Elias, de 38 anos, ungiu o cadeado do portão da sede da PF.

Lula foi condenado por dois casos, um do triplex no Guarujá (SP) e pelo sítio em Atibaia (SP), somando uma condenação de mais de 21 anos de prisão. Mas segundo o pastor, trata-se de uma injustiça contra o ex-presidente, que na sua avaliação é um preso político.

“Nós temos aqui um preso, que é um preso político, que é o Lula. E foi uma grande injustiça, uma grande covardia [a condenação] e eu entendi que só existe uma forma de Lula sair daqui: é Deus abrindo a porta da prisão”, comentou.

Após ungir o cadeado da Superintendência da PF, o pastor afirmou crer que muito em breve o ex-presidente vai sair como “um sinal pra todos verem que o que Moro fez foi uma grande covardia”. Lula está preso há mais de 400 dias em Curitiba.

“Eu creio que muito em breve, Lula vai sair como um sinal pra todos verem que o que [o ex-juiz Sérgio] Moro fez foi uma grande covardia e [o procurador Deltan] Dallagnol, que essa aliança dos evangélicos com Bolsonaro está reprovada por Deus”, acrescenta o religioso.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!