Não deixe a Escola Dominical morrer em sua igreja
04/09/2019 00:21 em GOSPEL

Fundada há mais de 230 anos pelo crente episcopal e também jornalista inglês Robert Raikes, a Escola Dominical “viralizou” pelo mundo inteiro como um movimento de ensino popular e sistemático da Bíblia sagrada, além de outras disciplinas seculares que eram comuns nos primórdios deste movimento (língua materna, matemática, história, etc.).

Um crescimento extraordinário

De Gloucester, na Inglaterra, as Escolas Dominicais rapidamente ganharam fama pelas cidades vizinhas. Em apenas quatro anos (1780-1784) já havia o extraordinário número de 250 mil alunos matriculados; e quando o pioneiro Raikes morreu em 1811, ele deixou o legado de muitas escolas pautadas nos valores cristãos com cerca de 400 mil alunos matriculados, a maioria absoluta composta de crianças. Ninguém irá duvidar que a Escola Dominical é um movimento avivado pelo Espírito, senão, doutro modo, jamais teria alcançado tamanha proporção em tão pequeno tempo, e com resultados tão positivos.

O casal de missionários escoceses Robert e Sarah Kalley chegam ao Brasil e em 1855 iniciam com apenas cinco crianças uma classe de Escola Dominical em Petrópolis, no Rio de Janeiro. Aquele tímido começo foi se agigantando e resultou no início da Igreja Congregacional no Brasil. Sim, uma grande igreja começou numa pequena Escola Dominical! O amor e a persistência dos missionários foram honrados. As sementes frutificaram e grande tem sido a colheita até hoje para a glória de Deus!

Há quem especule que o número de alunos e professores frequentes na Escola Dominical em todo mundo já ultrapasse a casa dos 60 milhões. Para glória de Deus, posso dizer que faço parte desse número. E você?

A Escola Dominical compensa

Muitas igrejas cujos pastores prezam pela saúde espiritual do rebanho ainda estão zelando pelo ensino bíblico e teológico regular através das Escolas Dominicais. Nem todos os membros têm tempo ou condições financeiras de fazerem uma faculdade ou seminário de teologia durante a semana; as crianças, ainda que quisessem, não poderiam se matricular nessas instituições, e muito dificilmente os adolescentes teriam este privilégio. Na Escola Dominical, porém, toda a família pode se matricular, frequentar gratuitamente e com um investimento baixíssimo: em média, 10 reais a cada três meses, que é o preço da revista com as Lições Bíblicas.

Embora muitas escolas estejam funcionando em outros dias da semana, até para melhor acomodar a membresia local, o domingo ainda continua sendo o dia preferido da Escola Dominical, visto que, em geral, é um dia de folga dos trabalhos e estudos seculares. Dia propício para as famílias se congregarem, e, em cada classe dividida por faixa etária, aprenderem a “gramática do céu”, as sagradas Letras (2Tm 3.15).

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE